Como criar peixes em aquários

O homem tem a necessidade de meditar e de refletir sobre os problemas e/ou circunstâncias do quotidiano e uma das melhores maneiras de o fazer passa por observar a vida que existe no interior de um aquário. O vai e vem dos peixes na água é libertador, tranquiliza o espírito e, na maior parte das vezes, faz com que sejam encontradas as melhores soluções para os respetivos problemas. No entanto, o cuidar e o criar de peixes num aquário exige muito trabalho. Saiba como o poderá fazer corretamente.

Créditos Imagem
Licença: 
CC Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.0

Tenha sempre a máxima atenção

Ao contrário de outros animais de estimação, como por exemplo os cães ou os gatos - que também são ótimas escolhas -, os peixes conseguem iludir os donos mais desatentos ao darem a sensação de que não necessitam de muitos cuidados. Na realidade, não é bem assim! É fundamental ter sempre o máximo de atenção com os peixes e manter o aquário sempre limpo, dado que essa é a primeira regra de ouro da aquariofilia.

A criação de peixes em aquários de água doce

A criação de peixes em aquários de água doce é de fácil manutenção. O aquariofilista pode usar água da torneira, desde que esta seja sempre potável. Normalmente, as plantas usadas na decoração deste tipo de aquário são de baixo custo e a temperatura da água deve estar o mais estável possível.

Tenha em atenção que este tipo de aquário pode ter qualquer volume, desde que seja respeitada a proporção de um litro de água por cada centímetro de comprimento do peixe. Contudo, o recomendável é que os aquariofilistas mais experientes cuidem dos aquários mais pequenos.

A criação de peixes em aquários de água salgada

Ao contrário dos aquários de água doce, os que comportam água salgada precisam de ter dimensões mais amplas. O ideal passa por ter um aquário que possua, pelo menos, 60 x 35 centímetros. Embora se tratem de aquários de fácil manutenção, têm equipamentos com custos superiores aos que são usados nos de água doce. A quantidade e a especificidade também são distintas, pois requerem sistemas de circulação e filtragem especial. O ambiente marinho impõe a existência de corais e rochas marinhas autênticas.

Cuidados essenciais básicos

Para todos os que se estão a iniciar na aquariofilia, existe uma série de cuidados essenciais básicos que devem ser seguidos, como por exemplo:

  • A adição de líquido anticloro não é suficiente para remover os metais pesados da água, assim como deixar a água a “descansar”. Uma das maneiras mais bem-sucedidas de o fazer é através da osmose reversa.
  • O aquário deve estar em funcionamento há, pelo menos, 7 dias antes de receber qualquer peixe.
  • A luz do aquário deve ficar ligada por, no mínimo, 10 horas e deve ser desligada apenas durante a noite. Por sinal, a luz é muito importante para as plantas, mas irrita e incomoda os peixes. Portanto, é preciso selecionar com exatidão o local onde o aquário vai ficar. Um ótimo lugar é aquele que proporciona um ótimo equilíbrio em relação à luminosidade.
  • Nunca retire a água toda de um aquário. No máximo, faça a troca de uma forma gradual, até um máximo de 30% do volume total.
  • O aquário deve ter o filtro ligado de uma forma contínua. É recomendável que este seja lavado a cada duas semanas.
  • O indicie de pH da água não deve ultrapassar os 7.0. Por outro lado, a temperatura do aquário deve oscilar entre os 26º e os 28º C.
  • Tenha o cuidado de ter, pelo menos, três peixes por espécie, dado que estas espécies estão acostumadas a viver em cardume.

A alimentação dos peixes de aquário

A alimentação dos peixes de aquário é tão importante como a sua manutenção. Não basta colocar a ração dos animais na água. É preciso demonstrar-lhes que está na hora da refeição. Dessa forma, bata levemente no aquário e coloque cerca de 4 grãos de ração de cada vez. Depois, aguarde que os peixes comam tudo antes de repetir o processo até verificar que existe um abrandamento da velocidade de nado dos respetivos animais. Isso é sinal que eles já se encontram satisfeitos.

Tenha o cuidado de alimentar os peixes todos os dias e seja muito paciente na hora de o fazer, porque se lhes der comida a mais, isso poderá conduzi-los à morte! Cuide dos peixes do seu aquário com todo o carinho e dedicação e verá que o seu aquário ficará sempre resplandecente e cheio de vida!

A sua votação: 
0
Sem votos